quarta-feira, 21 de outubro de 2009

No ônibus...



Ontem,quando ia a casa de meu neto Igor para ajudá-lo na lição, conheci duas crianças..sim...duas crianças que muito me impressionaram ...não, não eram vistosas, nem bem vestidas...eram dois irmãos, o menino mais velho, 10 anos ,Mateus e a menina 7 anos, a Paola...

No trajeto, não tão extenso, deu para penetrar um pouco na alminha desses seres que tinham uma luz no olhar, uma curiosidade vivaz...a princípio eles travaram conversa com uma senhora japonesa que se sentara ao meu lado, perguntavam sobre o Japão, e se ela falava o japonês, perguntavam muito..atropelavam a pobre senhora que muito simpática e sorridente procurava atender aos dois perguntadores infantes...notei que eles tinham uma ânsia em aprender, em compreender as coisas e até as pessoas ao seu redor..

Num ponto determinado, a senhorinha nipônica desceu, e os dois sentaram-se ao meu lado e iniciaram uma conversa que me marcou..eles tinham um brilho no olhar e apesar dos trajes pobres, eram limpinhos e dignos vestidos com camisetas de um projeto da Prefeitura...arrancaram meu nome e eu o deles...o que eu fazia, como era meu neto, e a Paola perguntava como se falava as cores em Inglês, e eu ia respondendo na medida do possível.. quando eu perguntei se eram irmãos, a menina rapidamente falou..." sim, e eu tomo conta dele e ele de mim.." ao que eu retruquei....que eles eram muito novos para isso, embora achasse muito lindo aquela dedicação entre irmãos tão novinhos...

AH! daí então foi que ela me contou que o pai morrera, a mãe e dois irmãos estavam presos na cadeia local..e eu emudeci..é claro que não perguntei mais nada, a não ser quem era o responsável por eles que me asseguraram que viviam num abrigo pra menores, da Igreja Católica...eu suspirei baixinho peguei nas mãozinhas lindas deles tentando passar minha solidariedade por esta infância roubada..roubada..mas que não conseguira roubar a pureza e a inocência dos anjos que eu senti naquelas duas crianças...

e... ônibus para no ponto defronte à casa de minha filha..desço com lágrimas nos olhos e..na janelinha os dois me acenam com sorriso nos olhos e nos lábios, sinto então que anjos existem e que estas crianças têm profunda intimidade com eles..!!!!

2 comentários:

Marcella FioreLLi disse...

ATÉ OS MEUS OLHINHOS FICARAM EM LAGRIMAS....

celia disse...

nossa tô chorando,fui me arrepiando e sentindo muita culpa...eu que hoje reclamei de coisas menores,achando que meu fardinho estava muito pesado.
olha aí a lição.
Margaret vc é mais do que uma amiga,vc é um anjo do céu que por um acaso está aqui na terra p/ literalmente ENSINAR.
Vc é luz!!!