sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Mas que relapsa....



Puxa ...só agora me dei conta que ainda não escrevi no mês de dezembro...meu querido mês também...daqui a pouco já é Natal, falta só uma semana...mas a correria de final de ano, tantas coisas boas acontecendo...eu simplesmente deixei meu bloguinho querido de lado...desculpe...desculpe!!

Mas..eis me aqui redimida e com o coração cheio de amor, de paz e de alegria pra repartir com todos que se aproximem daqui...o Natal tem a magia, tem o poder de restaurar nossas almas, basta que nos entreguemos, relaxemos...sem reservas...afinal comemoramos a vinda de nosso Salvador, Jesus...e não seja somente nesta data ,porém que se estenda durante todo o ano que está por nascer...que nossos sonhos mais lindos nunca se percam nos atalhos da vida!!

Tenho refletido muito nestes últimos dias...sim...não é porque me afastei da escrita que deixei de pensar em detalhes de nossa existência.

Assisti a um filme "Minha vida na outra vida!" e fiquei encantada..escolhi de repente ...e apesar de ser católica e o tema girar em torno da reencarnação, olhei o filme sob uma ótica neutra de religião..o filme trata do infinito amor materno...muito lindo mesmo..e na entrevista final de uma cientista, estudiosa da espiritualidade, ela frisou dentre tantas outras idéias...uma que concordo plenamente...

Que a fé precisa ser fincada na Sabedoria e no Amor...e que muita gente fica fria ,se afasta de Deus e da eternidade porque estuda muito, procura se basear mais na intelectualidade, na razão, enfim...incrementa o conhecimento, mas perde barbaridade o poder de ter asas... as asas do espírito, fica grudado no chão...e isso é muito triste...falta algo...muito, mas muito importante para a nossa evolução...o Amor, a Caridade, o Perdão!

Como esta senhora, Marlene Sousa Nobre, é adepta da Reencarnação ,nos explica que uma alma só para o seu processo reencarnatório quando alia a Sabedoria e o Amor..daí ela se fixaria eternamente na morada divina...

Não sei...não estou fazendo propagação desta ou daquela teoria, porém este fio condutor da palestra mexeu comigo, pois sempre considerei inteligente e sábia a pessoa que sempre busca a verdade, o amor, e a luz..e falando nisso me veio agora à mente a figura maravilhosa de Jesus, de Maria dando à luz Seu Filho e que representa tudo isso que falei...nasceu o Mestre dos Mestres, o Médico das Almas!!!

No Natal que está tão próximo, não nos esqueçamos de nos tornarmos crianças,de nos achegarmos ao Presépio...despidos de quaisquer dúvidas, raivas, etc. e que ofereçamos ,junto aos Reis Magos, o nosso próprio coração, a nossa própria vida!

FELIZ NATAL PARA TODOSSSSSS!!! E QUE 2010 NOS SEJA UMA PONTE PARA NOSSAS REALIZAÇÕES, NOSSAS CONQUISTAS!

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Uma explosão de cores, odores, luzes e emoções...


Novembro se despede com um abraço apertado...e eu com um nó na garganta agradeço os dias felizes e também os mais ou menos..e já antevendo Dezembro que se insinua..que se anuncia com pompas e brilho, coloco-me em postura altamente natalina, chamo meu filho e vamos nós enfeitar a nossa casa, nossa árvore, nossa vida...emociono-me olhando -o com alegria juvenil colocando cada enfeite..quantos natais já passamos juntos...quantas vezes eu mesma enfeitei uma pequena árvore, mas feita com imensa ternura, tanto amor..que ela se tornava grande, se iluminava..principalmente quando na noite santa, olhinhos ávidos iam procurar seus presentes ...

Depois de colorir minha casa, encaminhei-me para a praça aqui perto de casa, onde iam inaugurar a árvore maior do sul do país, fui sozinha, mas tão feliz..pois minhas emoções mais puras iam lado a lado..me cutucando...e ouvindo coros de crianças, umas 600...lindas ,todas de branco...verdadeiros anjos natalinos...vibrei quando iluminaram aquele gigante no meio da praça...muita luz..impossível nao se emocionar...ainda mais euzinha que amo o Natal, por ser justamente o niver de meu melhor Amigo!!

Enquanto espoucavam os fogos...o céu todo iluminado, riscado por cores e desenhos...em minha memória...um flash-back de minha vida...tao rápido quanto o tempo em que durou a queima...revi meus papais, minhas irmãs, meus natais, meus sonhos, meus amigos, meus avós, meus tios, meus professores..tudo tão rápido como os foguetes...e enquanto caiam as faíscas coloridas, eu sentia duas lágrimas tão brilhantes como elas descerem macias através dos sulcos de meu rosto maduro...

Passo as mãos para apará-las...e nesse ínterim...acendem-se todas as luzes que subiam vertiginosamente até chegar na estrela maior, bem no topo da árvore...de repente..eu penso..deve ser assim a trajetória de nossas vidas...um caminhar..um subir, mesmo entre quedas, até chegar à Estrela Maior, Jesus...nosso amado Aniversariante!!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Crônica para mim mesma...



Prosseguindo com minha tradição em fazer crônicas para os aniversariantes...hoje senti vontade de fazer uma para mim mesma...sim...pois hoje é meu niver.. o dia já se escoou na ampulheta do tempo, a noite caiu e uma chuva forte e calma ao mesmo tempo tamborila, batuca na minha janela...estou muito feliz e emocionada..

Cada ano traz um novo ciclo de vida, uma ponte se constrói tentando ligar tantas dúvidas às respostas ..um arco-íris se desenha no horizonte falando de paz e de aliança..gosto de pensar que há exatamente 63 anos eu nascia, numa família muito amada, imagino a parteira me aparando e me dando "sujinha" para meu papai ,que assistia ao nascimento, para que ele me banhasse, sim meu pai assistiu a todos os partos de mamãe, em casa, e claro...e naquele tempo, dava-se banho logo..

Depois ele me trocou e me apresentou no quintal para minhas irmãs Neuza e Maureen, que estavam juntas ao tio Dudu esperando a cegonha aterrissar kkkkk, e um aparte... meu tio tinha 14 anos na época pode?

Papai exibia aquela menininha cabeluda e gordinha, 4kg e mais umas graminhas kkkkk, que até hoje luto contra!! orgulhoso, feliz, um papai muito coruja..mamãe tambem igual, so que ela implicava, pois achava perigoso expor o nene recém-nascido.. creio que é por isso que sou tão "rueira"!!!

Milagre da vida é um nascimento...primeiramente , hoje agradeci a Deus, nosso Pai por ter me dado esta oportunidade de viver, por tudo..e sai para a rua com o coraçao acelerado como de uma criança que ganha um presente...o presente da Vida!!

Como me homenagear assim, num ato tão reflexivo kkkk, tanto na arte do bem pensar, como na gramática...voz reflexiva... o sujeito faz e recebe a ação kkkk

Não está sendo dificil, porque costumo muito fazer diálogos com meu proprio ego..e ele é bem exigente , às vezes..mas hoje ele está dócil, flexivel, carinhoso, ele deixa fluir até pelos meus poros toda a sensiblidade que me explode a alma neste momento...jorra palavras de incentivo, de amizade, de perdão, me avisando que se eu não cumpri meus objetivos do ano passado, tenho agora mais esta chance...muito bom ser amiga íntima do proprio ego kkkk, mas...preciso ser mais forte e assertiva, porque ele é também muito disciplinador..vou me esforçar mais...

Beijo-me com alegria e me abraço nesta data em que Deus permitiu que eu entrasse em cena, sem nenhuma experiência, creio...mas que me colocou na bagagem , muitos sonhos, vontades e força para esta jornada fabulosa..que se chama VIDA!!!!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Mais um mês...mais um ano...



Uma lufada de vento...e pufff!!! já estamos no final do ano...arranquei a folha do mês de outubro do calendário e suspirei vendo novembro saltar à minha vista todo imponente e forte, pois ele sabe que gosto dele um bocado kkkk, é mês do meu niver...e eu gosto de fazer aniversário...não sei por quê !!

Muitos que estão lendo e me conhecem podem estar conjeturando..." como pode...ela já vai fazer 63!!! tá envelhecendo!! e gosta??? Mas...creio que não conheciam então esta faceta de minha personalidade, sem máscaras...sem demagogia...eu sei que o tempo voou e devastou muita coisa...a pele ficando flácida...a lei da gravidade puxando tudo pra baixo..os cabelos se pintando de prata..gordurinhas teimosas aparecendo aqui e ali... algum cansaço, olheiras , rugas... quem é esta aí no outro lado do espelho...às vezes, me vejo a perguntar...muitas vezes enxergo minha mãe, considero-me a filha que mais se parece com ela fisicamente...e sorrio, parece que mato as saudades dela olhando pra mim mesma...

No entanto, não sofro com isso...sou feliz por estar sempre adentrando em novas fases, novos ciclos..com saúde e alegria...brincando de esconde -esconde com a tristeza, com a morte, com o negativo...sei me esconder tão bem, que não me pegam...é claro que um dia ela, a morte (não escrevo com maíuscula , me nego..) vai me encontrar, porém eu sei que já estarei preparada para me despedir do palco com elegância e gratidão...

Ao fecharem -se as cortinas, quero levar comigo lembranças lindas, cheiros, sons, visões, tatos maravilhosos, quero escutar os aplausos das pessoas que pude um dia amar e ajudar...será como um coro de Anjos que embalarão meu sono ...preparando-me para um despertar perto de Cristo!!!!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

No ônibus...



Ontem,quando ia a casa de meu neto Igor para ajudá-lo na lição, conheci duas crianças..sim...duas crianças que muito me impressionaram ...não, não eram vistosas, nem bem vestidas...eram dois irmãos, o menino mais velho, 10 anos ,Mateus e a menina 7 anos, a Paola...

No trajeto, não tão extenso, deu para penetrar um pouco na alminha desses seres que tinham uma luz no olhar, uma curiosidade vivaz...a princípio eles travaram conversa com uma senhora japonesa que se sentara ao meu lado, perguntavam sobre o Japão, e se ela falava o japonês, perguntavam muito..atropelavam a pobre senhora que muito simpática e sorridente procurava atender aos dois perguntadores infantes...notei que eles tinham uma ânsia em aprender, em compreender as coisas e até as pessoas ao seu redor..

Num ponto determinado, a senhorinha nipônica desceu, e os dois sentaram-se ao meu lado e iniciaram uma conversa que me marcou..eles tinham um brilho no olhar e apesar dos trajes pobres, eram limpinhos e dignos vestidos com camisetas de um projeto da Prefeitura...arrancaram meu nome e eu o deles...o que eu fazia, como era meu neto, e a Paola perguntava como se falava as cores em Inglês, e eu ia respondendo na medida do possível.. quando eu perguntei se eram irmãos, a menina rapidamente falou..." sim, e eu tomo conta dele e ele de mim.." ao que eu retruquei....que eles eram muito novos para isso, embora achasse muito lindo aquela dedicação entre irmãos tão novinhos...

AH! daí então foi que ela me contou que o pai morrera, a mãe e dois irmãos estavam presos na cadeia local..e eu emudeci..é claro que não perguntei mais nada, a não ser quem era o responsável por eles que me asseguraram que viviam num abrigo pra menores, da Igreja Católica...eu suspirei baixinho peguei nas mãozinhas lindas deles tentando passar minha solidariedade por esta infância roubada..roubada..mas que não conseguira roubar a pureza e a inocência dos anjos que eu senti naquelas duas crianças...

e... ônibus para no ponto defronte à casa de minha filha..desço com lágrimas nos olhos e..na janelinha os dois me acenam com sorriso nos olhos e nos lábios, sinto então que anjos existem e que estas crianças têm profunda intimidade com eles..!!!!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009


Sou Professora...

Sou professora...e sinto um bem-estar tão grande em meu coração que preciso dividir com todos! Não escolhi esta profissão, foi ela quem me escolheu...e por isso me seduziu, me encantou mesmo com salário não muito chamativo e com suas dificuldades que mudam de acordo com o lugar e com o tempo...eu fui sendo conquistada aos poucos..
Em março de 1969, entro pela prima vez numa sala de aula, simples, em Primeiro de Maio..toda titubeante, suando frio...uma mocinha de 22 anos com uma bagagem cheia de sonhos...mas com os pés no chão...e como!!! fui virando também uma pé vermelho, com muito orgulho...,vinda de Marilia-Sp...sabia muito pouco de barro escorregadio..dai inumeros tombos kkkkk...
Fui ousada , pois lecionei Português, Inglês e Francês ..baseando meus conhecimentos nas aulas do curso Clássico e toda minha escolaridade na minha querida Marilia, no Sagrado...passava horas e noites adentro estudando e preparando minhas aulas, esperava meus dois bebês dormirem...Ileizi e Oswaldinho...
E assim...fui caminhando numa trajetória de estudos e de lecionar sempre muito feliz, vendo nos rostos de meus alunos a satisfação de estarem absorvendo alguma coisa que poderia mudar as suas vidas..
Hoje de manhã, uma chuva insistente....me segurou diante da TV e assisti a um programa que homenageava os professores dos apresentadores, e chorei...de emoção, pois constatei que realmente professor é um dos unicos profissionais que torcem pelo sucesso de seus pupilos...e os apresentadores se tornaram crianças de novo perante o cabedal de conhecimento e amor que emanava de seus mestres...
Um desses professores até falou...." fico feliz quando na rua, ou no shopping, ou em qualquer outro lugar, encontro-me com algum ex-aluno e ele vem ao meu encontro dizendo...eis minha professora, não me esqueço de suas aulas...
e a professora arremata..."vocês já viram alguém correr sempre ao encontro do médico, do advogado, do dentista, do mecânico...só se tiverem muito contato e amizade..conosco não...podem passar séculos, e os nossos alunos vêm correndo abraçar-nos...e é por isso que eu afirmo que valeu a pena o magistério ter me escolhido..fico enaltecida eternamente..porque isso me faz ir ao encontro de meu Mestre maio, Jesus Cristo..foi Ele quem me capacitou e fortaleceu para nunca desistir, nunca me lamuriar pelo fardo que muitas vezes nos oprime dentro da profissão..e creio..que demonstrei tanto amor e carinho e desvelo, que minhas duas lindas e competentes filhas escolheram o mesmo caminho..e estão ampliando tudo que eu gostaria de ainda ter feito pela Educação brasileira!!!

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Xô!!!Preguiça!!!!!


Ando muito preguiçosinha nesta arte de escrever...ensaio daqui e dali, escrevo algo mais científico e me esqueço do campo poético...sinto falta...o mundo dos sonhos é muito lindo e azul, muito melhor do campo real das coisas, escrever e sonhar me faz deslizar num arco-iris gostoso, escorrego nele...ás vezes, se caio e quando caio nem sinto a queda realmente...pois o pote de ouro me ampara deliciosamente...como é bom poder abstrair-se, esconder-se no véu do fantástico, voltar à infância, à juventude...sentir o esvair do tempo, caindo no abismo da imaginação e voltar a pular amarelinha na rua Amazonas com as amiguinhas, preparar o aniversário com meus pais e irmãs com alegria e carinho...fazer os enfeites da árvore de Natal, com a Neuza, minha irmã mais velha, dando ordens..que saudades...

Colocar o uniforme do Sagrado...implicando com o sapato que não era nada feminino kkkk, pentear os cabelos rapidamente, ( não existia secador nem chapinha, naquele tempo...) beijar o rosto de minha mãe, pedir a bênção e correr ao encontro do futuro, que me parecia tão longinquo..aah...o poder do pensamento...como é bom senti-lo livre como o vento, balançando nossas emoções, impelindo uma lágrima benfazeja...enxugando outra mais triste...ou simplesmente embalando nosso coração com memórias de nós mesmas..fazendo com que tenhamos saudades de nós...

....saudades da menina esperta e curiosa..que queria saber de tudo...será que a cegonha existia..ela quem trazia os bebezinhos???? tantas dúvidas...e por que a vizinha a dona Nenê, quando ganhou seu fihinho ficou assim tão gordinha...e teve que ir ao hospital????eu torturava meu pai com tudo isso...ele desconversava...e eu...apenas intuia que ganhar um nenezinho era bem mais bonito e legal do que pegar carona com cegonhas bicudas e frias...

esbarro em tantas coisas..boas e más que me construiram nesta Margaret de agora..e sou grata, meu Deus,m uito grata..por ainda estar aprendendo com meus sonhos e pesadelos, com meus medos e avanços, com meus amores e desamores...como é bom escrever assim sem preocupaçao com os parágrafos, com o português, enfim...apenas ir soltando os verbos e advérbios descuidadamente com alegria de estar simplesmente viva...cada dia é uma vitória, abro minha sacada e deparo com o verde as árvores, o canto dos passarinhos mesmo aqui no centro de Londrina, com o perfil majestoso da nossa Catedral...e respiro como uma criança que acaba de nascer...sinto que estou ganhando do Criador mais uma oportunidade de ser feliz e de fazer feliz todos que me cercam!!!!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Parece que foi ontem...




Sim...parece que foi ontem...idos 14 de setembro de 1967, o Brasil em plena ditadura, tempos terríveis, porém eu me encontrava em estado de graça, porque em meus braços repousava pela primeira vez minha primeira filha Ileizi Luciana, tão linda, tão calma e saudável..um pacotinho divino que Jesus depositou em meu colo e eu me tornei encantada com aquele instante mágico..e nem imaginava que ele se prolongaria com o mesmo brilho após 42 anos tão bem vividos desta menina mulher, mulher menina...que chegou com sua missão estampada no sorriso cativante , missão de melhorar este Planeta..
O Brasil tem passado por grandes e sérias transformações...depois do primeiro êxtase, é claro que eu acordei ...e minha menina me ajudou ,pois sempre tão consciente e lutadora, participativa ao extremo, amante da democracia, da liberdade..Ileizi, em sua nobre carreira de Socióloga tem demonstrado seu comprometimento com a verdade, com a sociedade e principalmente com a Educação, nossa Bandeira..eu me orgulho tanto disso..pois para esta Nação melhorar, evoluir..é preciso que se leve mais a sério o nobre ato do educar, é preciso resgatar a dignidade dos professores e dos alunos também...e Ileizi é uma estrela de raro fulgor nessa empreitada...
Há exatos 42 anos nascia esta bela morena que sorri ai nas fotos, aliás..ela adora sorrir..e por isso seu Anjo da Guarda nunca a abandona..e reúne amigos verdadeiros e admiradores a seu redor...espanta pessoas que não entendem que este brilho todo nao quer ofuscar ninguém...mas ninguém fica livre de invejosos, porém quando a luz é intensa eles se perdem no atalho escuro de seus pensamentos negativos...tomarem que se reencontrem um dia!!
Ah! se nesse nosso Brasil varonil...nascessem mais estrelas como a minha filha Ileizi Luciana..creio que não teríamos mais vergonha quando lemos e assistimos aos noticiários..me desculpem se estou assim tão cheia de orgulho..nao é por mal..mas sim por agradecimentos ao Altíssimo por me conceder a honra de ter dado à luz esta menina...a ILEIZI LUCIANA!!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Caminho das flores...

A primavera bate à porta,apesar das chuvas insistentes sentimos cheiro e aroma das flores, que vão desabrochando precocemente anunciando mais cores e alegrias em nossas vidas...
Libero então meu pensamento e imagino que estou numa floresta ,sozinha, descalça e perdida, em todos os sentidos...geograficamente e psicologicamente...sou muito fácil de me perder...então respiro bem fundo e parece que ouço uma voz aconselhando ...siga para a direita, por que pra direita...e não esquerda, gosto de contestar..mas voz é voz e Margaret que eu conheço segue sua voz interior, nem que seja às vezes, para se arrebentar;;;
Escorrego daqui e escorrego dali ....e, de repente uma estradinha meio tortuosa, com umas pedrinhas, porém muito simpática...flores desabrocham em suas margens, fico feliz por ver suas cores, sentir o perfume e acariciar a maciez de suas pétalas...sento-me no primeiro degrau para descansar e colho uma florzinha que estava prestes a cair do galho...agarro-me a ela como se fosse um talismã...e sinto uma energia pura e gostosa se apoderar de mim...
Penso em todos os dissabores que tive no trajeto da floresta, no medo, na escuridão da noite, no silêncio de mim mesma que era interrompido pelos uivos de animais ...e suspiro meio que aliviada..esta estradinha florida deve me levar a um lugar melhor..então me levanto animada e ponho-me a caminhar cantarolando canções da infância que dona Maria, minha mamãe cantava para me consolar nas noites de outrora, de muito outrora...sinto que mes pés antes machucados estão leves..leves..parecem alados...
Logo os pensamentos passados e negativos se perdem no labirinto do tempo e dão lugar a uma alegria tão pura e cristalina...tão cristalina como o riacho que agora surge no meio do trajeto, nele as flores de espelham vaidosamente...e eu vou reelaborando toda a história de minha vida que já perpassou várias florestas... já desbravou campos agrestes...mas não posso perder o prumo dela, pois também houve uma estrada florida, florida que surgiu , um dia no meio do deserto árido..e que se a princípio me assustou pensando ser uma miragem, depois me convenceu a trilhá-la para saborear os frutos doces e maduros do caminho, para usufruir da beleza das flores com suas várias cores e odores...como agora...nesta viagem de meus sonhos...vejo a Margaret quem sabe no fim da estrada...mas tão feliz por achar esta trilha e por se achar plenamente ...que se atreve a pedir a Deus que permita alongar este caminho...mas que seja com pedrinhas brancas e geladinhas rodeadas de flores silvestres...para que ela possa sempre fazer ramalhetes para oferecer aos amigos, à familia...enfim a todos que a ajudaram a acreditar que o bem existe, e que é possível ver Deus através do sorriso da criança, e da companhia de pessoas que fazem valer a pena..viver...tão somente viver!!

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Ao som de um piano..


Ouço sons maviosos de um piano...ah! como gosto de piano, um dos meus sonhos foi ser pianista...estudei durante 4 anos ,na infância e nunca me esqueci das aulas, de minhas mãozinhas gordinhas deslizando nas teclas sob o olhar cuidadoso do Professor Floriano e de Dona Lucilia..na minha amada cidade, Marília...Conservatório Carlos Gomes, na rua 4 abril!

Infortunadamente, precisei suspender meus estudos..e nunca mais retornei, porém o gosto pelo piano e pela boa música nunca me abandonou....a música é um acalanto precioso para nossa alma, é a linguagem dos anjos nos recados mais sublimes que Deus quer nos enviar...

E o piano...para mim...o mais lindo e o mais completo dos instrumentos musicais..cada nota...um suspiro, um enlevo...a harmonia me embala numa rede diáfana e luminosa onde descortino um horizonte lindo, lindo...sol se pondo...e o mar batendo suavemente nas rochas das encostas...

Me vejo... num palco agora..com um vestido lindo, rodado, branco, longo, decotado...meus cabelos compridos, soltos..e um ´piano de cauda ,atraindo-me..sedutoramente, e eu me entrego de corpo e alma àquelas teclas..e debruço-me sobre a harmonia e melodia das notas musicais, me envolvo toda ...piano e mulher tornam-se uma só coisa, um só coração...não importa nem que haja platéia..aplausos..só importa este momento único e encantador, enlace de uma mulher sensível e apaixonada com a música linda extraída do piano atraente e sedutor..

sábado, 15 de agosto de 2009


Usando velhas metáforas..ouvimos ou lemos muitas vezes, o clichê "crepúsculo da vida", desde menina do colégio eu ficava pensando nesta imagem...e meus mestres me explicavam que era uma comparaçao com a velhice..fases da vida, atreladas ás fases do tempo, do clima, etc.
Parecia que eu entendia..mas não creio que com a intensidade que eu vejo isso agora...tudo era muito nebuloso, muito distante...velhos para mim eram meus avós..e olhem que na época ambos deveriam ter em torno dos cinquenta anos...e hoje, eu com 62 fico a pensar com meus botões( outra velha expressão!) e agora...em que crepúsculo eu me encontro???
Quantos sóis já se passaram em minha vida e quantos ainda irão passar...até que eu vista a camisola etérea da eternidade e parta crivada de muitos crepúsculos???
Fase boa de passar...estou enfrentando melhor que a fase da adolescência, da maternidade...estou tranquila como um lago azul e plácido sem ventos, sem poeiras, cristalino como ele só...

Muito bom...ficar na janela de mim mesma observando este crepúsculo lindo ao lado de meu amor...tão crepuscular como eu!!!!

Crepúsculo


Minha alma de joelhos...


Nas alamedas de minha alma...vou caminhando como uma eremita à procura de mim mesma, de respostas existenciais...arrastando velhos sapatos...gastos..retorcidos pela ação corrosiva do tempo.Paro de vez em quando para ouvir o barulhinho de uma fonte cristalina, suspiro aliviada e vou escorregando para um outro atalho ìngreme e cheio de pedregulhos, seguro em algumas raízes sofregamente...medo de cair, de me esborrafar no abismo sem fim...vejo um buraco escuro e me arrepiooo, lembro-me do tal buraco negro do Universo!Mistério...
Caminho despojadamente e não sinto alguns espinhos de plantas que se intrometem em meu trajeto...só depois quando um sangue vermelho começa a escorrer de alguns poros é que me dou conta do ferimento...coisas da vida...
Tiro um pouco os sapatos..os pés machucados agradecem, sento-me num banco velho debaixo de uma árvore frondosa e hospitaleira, um raio de luz, de sol teima em se infiltrar por entre a copa verde...um sabiá dá um trinado na espreita de uma fêmea..consigo enfim, respirar aliviada, descansar e pensar que por mais sozinhos que pensamos estar..não estaremos, pois a natureza nos emoldura, a energia do cosmos nos envolve suavemente...e impossível ainda tecer dúvidas sobre a existência de Deus!
Levanto-me devagar...pois os anos se acumulam na fortaleza de minhas pernas...antes tão ágeis...arrumo uma mecha de cabelo que teima em me turva a visão e enxergo uma luz no horizonte tão nítida, tão linda que me curvo embevecida diante do Altar do Altíssimo...minha fica então de...joelhossss!!!!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009


Há 41 anos...

Visualizo cenas com exatidão, vasculhando o porão de minhas memórias...e agora estou sorrindo sozinha, com ar meio bobinho de quem consegue reter com cores e aromas momentos tão lindos e gratificantes em minha vida...há 41 anos, e parece que foi ontem...ele chegou...tão pequenino, frágil...mas sua beleza já se expressava nos olhinhos verdes que se abriam para o mundo!
Veio ele na esteira de sua irmã, nascida 11 meses antes...me abraçou como mãe , numa lufada de vento e tempo...oportunizou-me ser mãe de dois bebês ao mesmo tempo, sem serem gêmeos...sua vida aconteceu tão rápido, quando me dei conta...Oswaldo entra em minha vida, nas nossas vidas, de seu pai, de toda sua familia, e...desde então somos brindados por um carisma especial, um talento para amar de verdade, uma generosidade sem limites....esse é o Oswaldinho, arteiro, dinâmico, brincalhão, esperto, inteligente e sempre muito sensível e criativo...
Na escola, enquanto se multiplicavam notas vermelhas...sua estrela brilhava no campo artistico...sua aura se expandia, tinha muitos amigos, e era senhor de muitas e muitas brincadeiras em nossa querida Primeiro de Maio...Daí sua vocação para a música, para a composição..
Oswaldo cresceu...cresceu e como todos os filhos quis seguir seu caminho, saiu do ninho...e foi á busca de seus sonhos!! Lógico que chorei muito de saudades e de preocupação...mas não poderia podar suas asas ávidas de descobrir o mundo, de se descobrir , de encontrar o seu próprio espaço...
E agora, meu menino grande está num lugar tão lindo...Rio de Janeiro, músico talentoso, esforçado e sensível...tenho certeza de que sua estrela está alcançando brilhos antes nunca notados...seu caminho está , cada vez mais, sendo preparado por Anjos de Deus para que ele vença seus obstáculos, consiga atingir o patamar digno daqueles que sabem sofrer, esperar, lutar , sempre agradecendo as benesses que Deus nos dá desde o dia em que damos nosso primeiro chorinho...
Parabéns, meu filho, muitas felicidades....

sexta-feira, 31 de julho de 2009


Melindres da mente...

Muitas vezes perco-me em mim mesma buscando respostas e caminhos, na ânsia de entender os fatos da vida...e consigo algumas,convincentes ou não...o duro é quando escorrego em pedras de culpa...não sei por que nós estamos sempre à beira do sacrifício da culpa! Jung poderia explicar que são nossos sonhos ancestrais, a cultura que nos envolve, a religião..não sei, mas não gosto de me sentir culpada...o superego muitas vezes é muito acusador, tirano...
O que fazer então nesta situação de encruzilhada de nós mesmos? cada um reage à sua maneira, creio eu...para mim, o que tem dado resultados é procurar quais ensinamentos eu extraí do lamaçal culposo...os "insights" são luzes esclarecedoras que me ajudam a enxergar que na vida nem todos os caminhos são retos, nem toda curva é perigosa...
Na busca de nós mesmos, o mais difícil é lidar com nosso juiz íntimo, pois precisamos saber argumentar com suas sentenças implacáveis, e trazer à tona o perdão para nós mesmos...pois como perdoar nosso irmão ,se não conseguirmos nosso próprio perdão?
Por isso, é importante nos desarmar de todo e qualquer preconceito, tabus, culpas antigas e recentes, lavar a alma...não, não é ficarmos totalmente liberados e libertinos kkkkk, não..precisamos buscar a Paz do coração, a calma de quem trilhou caminhos tortuosos, mas chegou ao topo da montanha...a graça de quem acredita que temos um Deus infinitamente Bom e Misericordioso!!!!

sábado, 11 de julho de 2009


Comentários...tão somente comentários soltos!

Cá estou eu , em plena tarde chuvosa de sábado pensando sobre os últimos fatos que a mídia tem apresentado...e a vida enfim! Desde o dia da morte do Michael Jackson somos bombardeados com todas as minúcias e comoções que rondam este fato. Não estou criticando a mídia,pois sei que isso faz parte da famosa "agenda setting",durante muito tempo toda a rede midiatica vai abordar este tema. Só que isso tudo tem feito minha cabecinha viajar, meus pensamentos alçam voos e consigo juntar esse fato ao desenrolar de minha vida...
Meu filho, lá do Rio de Janeiro , me liga e diz exatamente isto...que estava triste pela morte do ídolo, mas seus pensamentos regrediram até a década de 80 quando Michael começa seu sucesso de pop star e justamente quando nós nos mudamos para Londrina, na época eu era jovem professora de 36 anos, com um casamento precisando de up-grade kkkk, dois adolescentes, uma menina de 7 anos e a caçula com apenas um aninho de idade, na bagagem muitos sonhos expectativas tanto para mim, como para meu casamento, e meus filhos...
Oswaldinho, com sua sensibilidade marcante , ouvindo novamente a música de Jackson...lembrou da enorme luta que travamos para vencermos inúmeras batalhas...algumas externas e muitas internas, pois nesse processo, além da mudança de cidade e de casa, havia muitas mentes tentando se estruturar, inclusive a minha..pois..que um dos sonhos logo, logo cairia por terra...
O marido parte para o Mato Grosso, e meus ombros ficaram totalmente pesados com toda a carga a carregar,sangrava meu coração, meu eu sofrido chorava o desamparo , mas eu não podia entregar os pontos, afinal era só olhar aqueles 4 seres lindos e indefesos que estavam sob minha tutela para que do pranto se fizesse um riso, e do choro se fizesse uma prece...tudo para me erguer e continuar a luta por conseguir outros sonhos, outros objetivos..Deixei então a parte mulher adormecida, sufoquei meu emocional romântico e terno, e me vesti de professora e mãe...e me senti bem , muito bem mesmo..
Na Escola Nilo Peçanha ,onde eu lecionava encontrei grandes pessoas, amigos e alunos queridos..e nessa época havia o concurso para o melhor aluno que imitasse o Michael Jackson em toda a rede pública da cidade, eu fui com nosso aluno, hoje nem me lembro o nome dele, mas sua fisionomia sim..no clube Canadá , e ele ganhou o concurso..quanta alegria! Eu me misturava com meus alunos como numa grande familia! e assim ia esquecendo um pouco minha dor e tanta responsabilidade...por isso que eu e meu filho,agora, nos reportamos a este passado, relembrando a trajetória de Michael Jackson...
Muito tempo já passou...as crianças ficaram todas adultas...algumas cresceram tão rápido que nem me dei conta...sei que mesmo com muitos encontros e desencontros de minha parte na educação delas, procurei fazer o meu melhor, com muito amor, mas muito mesmo...
Hoje ,com toda minha vivência eu sei que mudaria muita coisa em mim e na minha maneira de educar, mas..não dá para voltar ao passado e varrer o que foi feito...fui uma mãe possível, como diz uma amiga psicóloga muito querida..
Meu filho ,ao fazer esta evocação da época, disse ter muito orgulho e amor por mim, por eu não ter deixado o barco naufragar, pela luta e carinho em criá-los todos juntos e unidos...é claro que eu chorei ouvindo isso, e assistindo na tv a reportagem da morte de um ídolo ainda jovem, pobre menino rico...que nunca foi feliz...vítima de um pai déspota, de uma sociedade de consumo inserida neste capitalismo selvagem...
A chuva cai e faz barulhinho na janela tentando afugentar pensamentos tristes..afastar mágoas...diluir traumas ...e consegue!
Vá em paz, menino Michael Jackson, que Jesus esteja lhe dando colo, conforto e luz..que vc cante muito e dance em meio aos anjos alegrando a eternidade e sendo agora realmente muito feliz! E..obrigada por trazer à baila tantos sentimentos, tantas alegrias e sofrimentos próprios da vida...

domingo, 5 de julho de 2009


Parabéns, Isabelle!


A maternidade é,para mim, a melhor coisa que me aconteceu neste mundo de Deus...Lembro-me com infindo carinho cada vez que sentia minha barriga crescer com um ser plasmado com muito amor, mesmo
quando não eram planejados..eu não os planejara, mas Deus com certeza, havia feito isso com imenso Amor e cuidados, pois sempre estive em estado de graça em cada gravidez...independentemente da situação em que me encontrava...Deus proverá...O Senhor é meu Pastor..são verdades marcantes em minha vida...
Essa introdução foi feita para homenagear uma filha, a terceira gravidez, Isabelle, nome lindo de rainha para uma menina muito linda, inteligente e amada, tão esperado por todos nós, seus irmãos Ileizi e Oswaldinho a visitavam em seu róseo bercinho( presente da amiga e vizinha dona Iná) todas as manhãs ansiando para que ela crescesse logo...e ela cresceu...em graça e sabedoria, encantando a todos de que ela se aproximavam...Toda Primeiro de Maio a visitaram no nascimento e em seu primeiro aniversário, além de inúmeros convidados, muitos que não o foram apareceram assim mesmo e ficamos muito felizes com o apreço dos amigos!
Dia dois de julho ela completou 33 anos...estava em Campinas, pois agora ela é competente Mestra em Educação e estava proferindo palestra na Unicamp, eu abracei seu filho amado, Igor e pensei como Deus havia sido generoso comigo, conosco dando tantas oportunidades e saude para saborearmos estes momemtos...Hoje, domingo, vamos todos nos reunir na casa da Zi...( Ileizi, a primeira gravidez ...) vai ser outra feijoada maravilhosa em minha, em nossas vidas, iremos festejar nossa querida Belle, os bolos já estão na geladeira, as velinhas aguardando para serem assopradas com energia,amor e fôlego para viver mais muitos e muitos anos de vida!
Vamos celebrar com alma de criança ,porque não devemos abafar a criança que vive imprimida em nosso âmago, a alegria de estarmos em familia, com exceção da segunda gravidez, o Oswaldinho amado...mas como sempre ele estará presente em nosso pensamento e saudade, mas saudade boa, pois sei que ele está feliz atrás de seus sonhos...
Isabelle, minha filha,obrigada que você aportou aqui em meu coração, em meu ventre, em minha vida, você irá galgar ,cada vez mais, degraus vitoriosos em sua vida e carreira,merecedora que é...parabéns de novo, e continue a brilhar junto de todos nós, que a amamos!!!!

quarta-feira, 1 de julho de 2009


Gosto de divagar sobre os rumos que a vida toma, assim...sem mais nem menos, vapt, vupt...mudam-se os conceitos, mudam-se as vontades...Neste último final de semana estive em Primeiro de Maio e me encontrei com uma pessoa muito querida, da minha idade...e que surpreendeu a todos e até a ela mesma pela mudança de vida que teve coragem de fazer...
Reencontrou um amor da adolescência...um caso típico de casal apaixonado e separado pelas contingências da vida...ele, com um apelido...acho que posso até falar, já que não é nenhum segredo...João Sofredor..eu o conheci há anos com este apelido e nunca soube o porquê...
Agora...40 anos passados eclode o significado...pois bem, numa tarde primaveril onde estudantes trocam bilhetinhos de amor nos anos 60, ele se declara..." Se amar é sofrer, eu sou um sofredor..." e vai se imprimir o apelido..ela, se casa com outro...e ele também casou com outra..e o bilhete ficou amarelado e esquecido num fundo de gaveta..
Mas...a vida com as suas peripécias , sorri matreira..e resolve convocar o cupido , agora mais maduro pra reunir novamente o casal...e se reacendeu a paixão, o amor rejuvenesce tudo...e eles estão juntos, vivendo felizes na pacata cidade que viu nascer este sentimento...
Enfrentam tudo, agem com transparência, e resolvem mudar o rumo daquele bilhete...como? ora..agora é só assinar João Feliz, no lugar do Sofredor!!! A vida oferece estas reviravoltas...mas só quem é sábio e sensível, que sabe valorizar cada momento dela, é quem toma atitudes ousadas como eles! Repetindo um velho adágio...Nunca é tarde para ser feliz!!!

sábado, 20 de junho de 2009


E...namorados!!!


Ah...o amor...tema tão explorado desde os primórdios da humanidade...poetas,filósofos,escritores, e até cientistas buscam conceitos sobre ele, e se esbarram em várias coisas, se atrapalham, se perdem no labirinto sedutor que o cupido nos arrasta...
Eu namorei muito pouco, casei-me muito jovem e permaneci neste casamento por 20 anos, romântica que sou ,assumidíssima, tentava várias vezes namorar meu marido então...mas..não era bem compreendida, e ofendida ia chorar escondido, sentindo-me velha, anacrônica, obsoleta, etc, etc...
Todavia, após a separação encontrei alguém que ,logo de imediato, pensei..." tem jeito de namorado"!!!! e ...olho no olho, pele na pele..constatei que estava certa..muita gente entortava o olho, reparava, pois...namorar??? dois divorciados...dois separados? devem ter usado outro tipo de vocabulário...podia ser...amante? ...não necessariamente...inventaram até o neologismo "namorido", mas ainda prefiro usar o termo namorado, acho mais bonitinho ...
Muitos devem pensar...mas namorar dois seres já passados dos sessenta? mas...existe limite para o amor? para o carinho? e para a ternura? Agora, sim, no outono da vida, perdoem-me o conhecido chavão, sinto-me muito mais namorada do que na juventude...e amo sair de mãos dadas, tomar um sorvete, ou uma cerveja na praça, fazer compras no supermercado..com o meu namorado, é claro...
Conhecemo-nos há mais de vinte anos...ficamos namorando por 12 anos, depois eu me afastei dele por longos 7 anos, por motivos tão mesquinhos (não meus...) que agora que voltamos, ha 3 anos, penso que foi bom esse hiato, pois reforçou nosso amor e a nossa segurança.. e não serão quaisquer ameaças de gent mesquinha, egoísta e mal-amada que irão nos separar...agora o nosso namoro tem ares de vida eterna kkkkk, pois Jesus está nos abençoando e guiando..
Trevas de solidão nunca mais...os cães ladram e a carruagem passa majestosamente..epa! cá estou eu repetindo velhos adágios...mas a sabedoria é válida e atemporal...namoramos por telefone, por e-mail, orkut, torpedos...namoramos ouvindo músicas, dançando, e até dormindo, pois sonhamos, sonhamos muito..
Nosso sonho é comum..gostamos de dividir o amor que temos com pessoas que nos são caras e que nos entendem..troca de energias e de carinhos...uma osmose amorosa, tudo de bom!
Para nós , o amor extrapola a linha do tempo, a língua viperina dos egoistas e consegue alcançar o arco-íris ,colorido, lindo...onde um pote de ouro nos aguarda...prêmio para os que sabem amar e namorar também!!!

quinta-feira, 11 de junho de 2009


Feijoada Maravilhosa

Este título eu copiei de uma das amigas marilienses que participaram da feijoada, no último dia 7 , no apartamento acolhedor da Hieia(Helena Macul), nossa querida anfitriã, gostei do título, pois mesmo gostando bastante de feijoada, nunca havia tido o prazer de participar de uma com tanto requinte de amor e saudade...
Amor porque brilhava uma luz tão intensa nos olhos de cada convidado que o lustre do apartamento se ofuscou...saudade, porque na senda da memória ela se desenhava e tomava formas que pouco a pouco iam crescendo e nos trazendo lembranças de dias tão especiais em nossas vidas, em nossa infância e adolescência...
No espelho do passado eu me vi tão menina, de óculos de sol, ray-ban, sentada na primeira carteira fazendo pose...caras e bocas...pensei onde se escondeu aquela menina magrinha, bonitinha? e...de repente ela...começou a sair do porão de minhas recordações, sacudiu a poeira...tomou vida e se incorporou em mim de novo, quando vi todos nós reunidos naquela sala ampla,tão bem decorada pela competente Mauria...
Cada vez que a porta se abria...mais um rosto, outro rosto é claro, com as marcas do tempo, ele não perdoa nada..mas eu enxergava o rosto de outrora, a pele macia de cada um, os cabelos fartos e escuros...e sentia meu coração pleno dos sonhos que só os que amam e já viveram como nós sabem sonhar!!! Um flash-back e ,eis a Regina Menin adentrando ...sempre sorridente e bonita!! Trouxe-nos suas lembranças e quantas risadas , quanta saudade estampada nas almas dos marilienses...
De repente, entra o Luiz A.Belluzzo Godoy e seu irmão Carlos, com as respectivas e simpáticas esposas! e o cheiro da feijoada já se espalhava no ar...vindo lá da cozinha, onde a fada Maria a preparava com esmero...e o cheiro de nossa juventude se misturava em nossas lembranças...e a Cida Ottaiano, com sua memória impecável, dizia, o Luiz...gente...o moço mais bonito de Marília, e sua moto era vermelha, isso arrancava inúmeras gargalhadas, muita alegria mesmo, uma foto...preto e branco, é claro, estampava Luiz e Carlos com o uniforme do Cristo Rei, fanfarra famosa..e no verso da foto, uma dedicatória de Regina ao Carlos...palavras de antigamente ,que na época devem ter custado lágrimas...hoje provocaram risos e tantas lembranças...
A menina que saiu da foto e se instalou em mim, de repente faz com que eu me lembre dos tempos do Colégio, das quermesses, dos beijos escondidos, e o coração disparado...de tesão, medo ou culpa ???? não importa, o que importa é que emoções nós sentimos ...as festas na minha casa, na da Hieia, da Yara Gervásio, da Vera Fonseca, da Ileizi, etc,etc.
E quando o Luiz colocou o CD do Ray Connif..a menina pulou saltitante e rubra de prazer coloca-se no presente...se eu me olhasse no espelho naquele momento não veria meus cabelos brancos, embora tintos...nem as rugas...nem a gordura ou celulite, nada, nada ..eu me veria tão linda, tão jovem e cheia de graça...com amigos maravilhosos, em minha amada Maríla, meu berço, meu chão...e me vi..assim lépida e faceira, cheia de sonhos e projetos, cheia de amor e profundamente romântica( o que já me custou muitas lágrimas...) e...no sabor música eu registrei com minha máquina meus amigos dançando twist e rock ,também revestidos de tanta juventude, e eles estavam tão belos e iluminados que aquela sala da Hieia foi palco de um maravilhoso túnel do tempo!
Creio que muitos que viram as fotos antigas também se despiram da meia-idade e num passe de mágica, tornaram-se os moços lindos e as mocinhas lindas e elegantes dos anos 50 e 60 em nossa querida cidade natal...e na dança, seus passos se esqueceram de dores e dissabores para reverenciarem um passado gostoso que teima em ser revivido, justamente porque fomos felizes e sabíamos disso...
Nas conversas também a magia se imiscuia entre nós...e lá íamos numa viagem gostosa ao passado, o Luis Ambrósio lembrando-me coisas de papai , e eu sentindo até o cheiro gostoso dos pães quentinhos que ia buscar na padaria de seu papai, o Sr Ambrósio! A Ivonete, querida professora, que já colaborou para minha formação e informação, ainda tão bonita e elegante! Lembrei-me de sua mãe, de sua irmã, com carinho, pois éramos também vizinhas...de novo, a menina Margaret sorrindo e se vendo brincando de amarelinha e de roda nas calçadas da rua Amazonas!
A presença marcante de J.Régis Guillaumon, sorriso largo...trouxe-me à memória seu papai , emérito professor de Francês,que tanto colaborou com a educação dos marilienses...depois fomos ao lançamento de seu livro Enigmas do Amor, um luxo!
Havia tantas pessoas, inclusive algumas, muito simpáticas, moradoras do Condomínio Ilha do Sul, que me redimo se me esqueci de algumas, de falar seus nomes,mas suas presenças e alegria ficarão para sempre tatuadas em minha memória!
Agora vocês me perguntam...e a feijoada, cadê a feijoada??? sim...calma lá..ela foi servida numa mesa ricamente decorada, com um capricho ímpar! O tempero...ora ,com um clima desse e com uma Maria no leme do fogão, só podia ser inigualável, delicioso, as bebidas variadas, de acordo com o gosto de cada um...e teve um it especial, a pimenta que o L.Belluzzo preparou e levou, causou o maior sucesso!!!e se vocês pensam que a turma ficou pesada e sonolenta após o almoço ,enganaram-se!!todos ainda saborearam as gostosas sobremesas levadas pela Flávia, em sua maioria.Também continuaram com o papo gostoso, com o carinho cúmplice e com a partilha das emoções, feijoada maravilhosa porque em seu tempero teve tudo isso e muito mais...ficaram nas entrelinhas tantas palavras que não deram tempo de serem ditas, mas que ficou a promessa de repetirmos a dose!!!
No cair da tarde, a sala foi se esvaziando...mas nossos corações repletos de alegria, de energia positiva, e ficaram tão quentinhos de tanto amor e poesia espalhados no ar...e a menina Margaret, então , voltou para sua foto antiga, sem resistência...feliz mesmooo, e eu me olhei no espelho e me vi de novo, e sorri agradecida a Deus por fazer parte desta história, por ser exatamente do jeito que eu sou..afinal esta que aqui está é uma mulher que sabe valorizar cada amizade, cada gesto...e se os sonhos daquela mocinha da foto não foram todos realizados, eles serviram para que novos sonhos, novas metas surgissem a minha frente..e eu aproveitei todos eles, e se houve alguns fracassos ou tristezas e decepções...ah! nem me lembro...porque momentos como este, e amizades como estas são os pilares que nos fazem relembrar o tão citado verso de Fernando Pessoa:"Tudo vale a pena, se a alma não é pequena!"

segunda-feira, 1 de junho de 2009


Uma taça de vinho...

Se pudéssemos deter o tempo nos momentos em que o mundo parece ser apenas um grande globo azul...leve...e pacífico..se pudéssemos encerrar os beijos de amor em cofres para usufrui-los quando estivéssemos sozinhas...se pudéssemos gravar vozes e risos de pessoas queridas que já não estão mais aqui, mas não em gravadores tecnológicos..mas em algo mais profundo que bastaria um suspiro nosso para que sons e cores invadissem nossa alma outra vez...
Às vezes, gostaria de ser uma fada que flutuasse na magia e com sua varinha poderia ser transportada ao passado e reconstruir os sonhos, curar as feridas, enxugar algumas lágrimas, e beijar muito mais meus amados...uma fada que voltasse de repente com luzes no olhar , pois saberia sair do passado com elegância e adentrar no presente sem as mesmices de uma rotina que teima em não sair da rota...
Parece infantil..eu sei..mas esta capacidade de sonhar, de imaginar , de mergulhar no fantástico é uma ferramenta que gosto de usar...ela me permite deter o tempo um pouco...consegue camuflar algumas rugas e marcas no rosto, quase um fotoshop... olho no espelho e me vejo diferente...o corpo menos cansado e pesado...a pele macia e rosada...nos olhos o brilho do amor...e no coração a lira da eterna juventude...ah! esse espelho é mágico..ele reflete além dos anos que se esvairam rapidamente, reflete o que ficou.. o que ficou estagnado dentro de mim, mas sem ranços e mágoas fétidas...apenas mostra uma menina que ainda sabe brincar, namorar, flertar, sonhar ..e dividir uma taça de vinho com o olhar apaixonado da adolescente que apenas adormeceu...

terça-feira, 26 de maio de 2009


Manancial de amor...


Gosto da nossa língua..a língua portuguesa tão sonora e prolixa...fonemas tão ricos e expressivos...linguagem do além Tejo...ferramenta lírica de Camões, Gil Vicente, e os mais modernos...Fernando Pessoa, Saramago, tantos outros que esparramaram no papel o sangue e a alma lusitana...
Sempre apreciei brincar com as palavras, jogar com os vocábulos num frenesi doido de querer me comunicar, de extravasar minha alma através da rede linguistica que sempre me enlaçou e embalou...gosto de ensinar o uso da língua, de pesquisar e me perder em seus meandros complexos, pois vamos e venhamos...ela não facilita em nada...senhora antiga dos menestréis de Lisboa, ela olha empertigada quando tropeçamos em sua sintaxe..franze os olhos claros diante das gírias que se aglomeram...sorri espantada diante dos regionalismos que se espalham no leito desse Brasil gigante vivo e desperto...é hora de acordar mesmo...
Palavras belas e quentes como a tão famosa saudade...nostalgia...sublime...outras até engraçadas...pudico,célere, rubrica...muitos erram na pronúncia, engasgam com tantos ss e rr sibilantes...proparoxítonas doidas e bonitas todas acentuadas , é claro..pois assim reza a regra de acentuação...dada a tonicidade, mas que o povão não consegue nem pronunciar...no lugar de árvore..dizem arvi, corgo no lugar de córrego, foscri quando querem um fósforo..e assim vão destruindo as proparoxítonas ...mas conseguindo se comunicar muito bem...
Manancial de amor...jorra das letras , do alfabeto inteiro quando estamos apaixonados...e um verso aqui, outro acolá...vão surgindo novos vates que cantam o amor e o desejo....com lampejos das cantigas medievais...mas com o sabor da modernidade que busca na informática mais ferramentas para divulgar novos cantos, novos ares dentro de nossa velha e amada Língua Portuguesa vestidinha com nosso manto bem brasileiro!!

segunda-feira, 6 de abril de 2009


Feliz Páscoa, minha gente!


Semana Santa...muita reflexão, muito respeito para o fato mais marcante da Humanidade...Deus que nascera menino, que crescera como humano, com o sublime nome de Jesus inicia sua via sacra rumo ao sacrifício maior, entrega Sua própria vida num ato supremo de Amor a nós...suplício e tortura...morte violenta, escárnio..tudo isso Jesus passou, sendo Deus e sendo homem, neste paradoxo que só a Fé pode nos guiar e ensinar..." que felizes são os que não viram e creram.." isso na passagem de Tomé, o incrédulo!
Como sou saudosista, impossível não lembrar das semanas santas de outrora, onde o respeito e o amor às tradições falavam mais alto...na Sexta-feira..nem ligar o rádio podia..ficávamos em recolhimento total..e nos preparávamos para o grito da alegria no sábado da aleluia, e íamos matar o Judas , um boneco grotesco kkkkk, mas para nós era como se estivessemos realmente nos vingando da morte de Cristo, e destruindo toda a falsidade deste mundo...santa ingenuidade...
No domingo, íamos a missa da igreja São Bento ,em Marilia, todos juntos, papai de terno branco, mamãe super alinhada, e minhas irmãs e eu de vestidos novos, depois tiravamos fotos, ou retratos kkk, no jardim que fica em frente da igreja. No almoço, muita comida e alegria, o ovo de Páscoa, sempre muito grande, era um só para toda a familia, não tinha essa de comprar um ovo para cada um...Valia a partilha..apesar que sempre saia alguma briguinha entre as irmãs pela escolha dos bombons ...mas no fim tudo dava certo!!!
No Colégio , as irmãs nos preparavam com carinho, e o melhor de tudo é que na segunda -feira não havia aulas...pois era a Pascoela..pode?
Dias felizes e tão puros que me preparam para o presente..para minha vida como mãe e avó...pois tento repassar a meus amadinhos este conteúdo maior que a Páscoa contém...a Ressurreição, a passagem para uma nova vida, o que sinaliza para nós que sempre é possível mudar, voltar, consertar, renovar...corajoso é quem admite seu erro e consegue resgatar, sabe pedir perdão e sabe perdoar...como as crianças que o fazem sem quaisquer ressentimentos...
Aleluia! Cristo ressuscitou!!!FELIZ PÁSCOA!

sábado, 21 de março de 2009

Ele fez treze anos...



Ele fez treze anos...neste dia treze de março...nascera um bebê tão lindo e robusto que me cativou desde o primeiro instante em que o vi pelo vidro da janela da maternidade! Moreno, uma cor linda como sua mamãe...olhos negros brilhantes e que parecem sorrir a todo instante...pois é...Igor Gabriel sabe sorrir com os olhos, aliás ele sorri com o corpo todo, impossível ficar indiferente diante de sua figura ..que cresce a cada dia..este meu netinho..realmente já se tornou um netão, quase maior do que eu...mas quando olho para seu rosto não consigo me esquecer de todas as fases que passei com ele, ao lado dele...e sou muito grata a Deus por esta concessão...

Passaram-se 13 anos...e hoje posso constatar o quanto todos da família fomos abençoados com a vinda de um anjo chamado Igor Gabriel...uma luz veio se alojar em nosso meio..e nos ilumina e aquece...ser sua avó é uma das benesses que Deus me reservou com carinho...

Menino...menino Igor...mesmo que você e esteja crescendo, tornando-se adulto.....nunca se esqueça de que você sabe sorrir com os olhos, nunca aprisione esta criança pura e feliz que você foi..deixe-a aflorar, de vez em quando para amenizar os obstáculos que esta vida , por mais bela que seja...sempre nos apresenta...que as pedras de seu caminho sejam incentivos para sua evolução física e espiritual...que os espinhos de seu jardim sejam retirados sem machucá-lo..um a um...e se algum , porventura conseguirem feri-lo...me chame..que eu assopro!!!!

quinta-feira, 12 de março de 2009

Versos esparsos de outono...



...Pois é...logo chegará o outono...folhas esparsas no chão...os nossos sonhos

são tantos..pena que muitos saõ só ilusão...


Chove chuva chata

Chuveiro de lágrimas...

Escorrem de dois lagos

Escuros e sombrios...

Caem límpidas no infinito de minh'alma!


O que é o Amor?

Já perguntei ao filósofo...

Ele não me respondeu...perguntei ao poeta que....

através de uma lágrima, sorriu e me comoveu!



Mesmo no outono da vida, creiam, é bom amar

O amor acende luzes na escuridão da saudade..

No deserto...achamos oásis...ganhamos asas do

Criador..quando alguém nos fala: Meu amor!



sexta-feira, 6 de março de 2009

Vamos todos cirandar...



Ciranda , cirandinha, vamos todos cirandar, vamos dar a meia volta..volta e meia vamos dar!!!

Creio que todas nós , as dinossauras dos anos 60, já entoamos essa cantiga...muitas vezes, à noitinha...as mães colocavam as cadeiras a frente das casas, era para refrescar..diziam, mas isso tinha muito mais objetivos...queriam nos observar com olhos de coruja e de lince, queriam bater papo com os vizinhos, ver o luar...tudo feito sem quaisquer requíscios de medo! A violência..já existia, é claro...mas andava a léguas de distância...

Dentre as inúmeras brincadeiras , eu me recordo , com carinho das cantigas de roda..toda a turma...meninos e meninas da rua Amazonas..lá na minha querida Marilia, davam-se as mãos...gesto tão lindo e significativo!!Não havia divisão de classes, nem de cor, nem de credo...nós estávamos entrelaçados por uma alegria e amizade puras , próprias da infância...não havia televisão, e logicamente nem computador....o que sobressaia mesmo era o calor humano e a vontade de nos divertirmos, sorvendo cada segundo daqueles com sofreguidão...faces afogueadas...e depois a chamada imperiosa e terna dos pais..."Menina, entre...já está tarde...vamos, vamos..nenhum minuto a mais..para de choramingar..senão amanhã não permiteremos mais ..."

E a menina e o menino obedeciam prontamente naquele tempo, sem temerem ser chamados de "caretas"...todos iam se recolher cansados, porém contentes...e cada qual gritava de seu quarto... " a bênção...mãe... a bênção pai!" e....em seguida ouviamos com segurança....a resposta amada..."Deus o abençoe, durma bem"!

E nós dormíamos mesmo...sem calmante, sem droga alguma..porque nos sabíamos amados e amparados...

Hoje vejo com certa amargura certas mudanças...não que eu seja uma velha nostálgica e saudosista..mas é que este cenário atual onde a violência se esconde no próprio lar...onde grades vieram substituir jardins e hortas....onde a televisão e a net vieram para desfazer as mãozinhas que se davam e que giravam numa encantadora ciranda...olha..minha gente...eu sinto ,sim, uma vontade de que pelo menos um dia, o tempo voltasse..e que meus filhos e netos tivessem a oportunidade de curtir, nem que fosse por instantes, aquela sensação gostosa do amor com limites e disciplina...sem neuras..os pais só queriam acertar!

Justamente, hoje, ao dar uma aula de reforço ao meu neto, eu deparei como a infância é curta..e que se esvai como fumaça...olhando para seu rosto lindo...deparei com linhas mais duras, algumas espinhas...e não pude deixar de sentir uma saudade do tempo em que eu o carregava em meu colo, fazia-o dormir, levava passear, iamos a cinemas nos lançamentos!!Pena que muita gente, na correria do dia-a-dia , não perceba estes detalhes..o crescimento de um filho... de um neto..acha tudo muito comum, muito natural..e não é que não o seja..mas não conseguem enxergar a riqueza do crescimento...crescer, dói sim, meus queridos....mas precisamos caminhar com sabedoria e dignidade...

Depois recebi um e-mail que dizia justamente sobre o crescimento dos filhos e principalmente dos netos....´lágrimas deslizaram pelo meu rosto, porque foi tão rápido este trajeto...todos estão crescidos...ah! os netos em desenvolvimento..estão se tornando em uma mulher linda, a Yolanda...e o neto Igor..um mocinho adolescente inserido em todo o oceano proprio dessa época...tomara que ele consiga surfar com inteligencia e segurança as ondas que a vida lhe impor!

Tomara que na ciranda da vida eles não se petrifiquem...mas que suas mãos se tornem quentes, macias e firmes para um sublime engajamento com seus semelhantes...que no centro dessa roda esteja sempre Deus...que ilumina e protege a todos...por isso a importância da roda, da ciranda, da união...assim seremos mais fortes, mais felizes ....cantando..."...ciranda ,cirandinha , vamos todos cirandar...!"

quinta-feira, 5 de março de 2009

Temperatura máxima....


Parodiando o nome de um filme, veio a minha mente esse título...também pudera!!! o mês de março nos invadiu com um sol incandescente...subiu a temperatura...suor escorre pelo corpo, um copo de agua torna-se o melhor dos drinks...e o sorvete hum...que petisco!

Uma preguiça mole se apodera de nossos membros...uma tamanha languidez...e eu penso, então...será que a alma também sente calor, sendo uma parte importante nossa..serà? o corpo fica tão molinho que nos recusamos a brigar, a lutar, parece que a alma fica de férias, encosta-se e nos observa...na luta por um frescor...quer seja via ar condicionado, ventilador, leques, piscina, praias, ou simples banho...

A resolução de problemas fica para depois, isso vai cansar -nos ..e muito!! melhor imitar Fernando Pessoa , num de seus heterônimos Alberto Caieira...quando diz que meditar e ficar assim despojado de si mesmo, de preferência diante da natureza...nessa osmose, mesmo com tanto calor, é possível adentrar num mundo mágico ...refletir nas mudanças do tempo, no clima e comparar tudo com a nossa trajetória nesse mundo...

É preciso calma...logo vem uma onda de frio..ou chuva...e o calor se esvai como um fumaça passageira e necessária!!

A letargia desse calor nos embala numa rede e pede alguns mimos da infância para nos acalentar...como..um picolé de groselha....um geladinho da dona Filó...um banho de chuva com direito a colocar os pés na enxurrada....pic nic com familia...por isso, podemos dar mais valor às coisas mais simples da vida, pois justamente nelas é que está tatuada a alegria de nos sabermos vivos!!!!

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Nos trilhos da saudade...



Dizem que é um grande indício de velhice quando ficamos a remoer saudades e lembranças...mas isso não me abala não..pois se posso deslizar nos trilhos da memória é sinal de que estou vivendo bastante e alongando minha história...

Uma foto perdida num álbum pode e tem a magia de me fazer voltar no tempo e no espaço e...reviver momentos lindos e únicos...pessoas queridas que já partiram..já deram seu último adeus nesta experiência terrena..lá estão ...lindas..impossível acreditar que já se foram..que já se calaram..

Mamãe com uma barriga enorme lavando roupas..e eu dentro dela...lembro-me de como ela me contava isso com carinho, eu ficava orgulhosa de me ver mesmo encoberta pela barriga...Papai levando-nos a passear aos domingos após a missa, que alegria..qdo inauguraram o trem bitola larga em Marilia, da Companhia Paulista..aquele azul, ele me levava a Vera Cruz..tão pertinho..so para eu me encantar com o balanço do trem, ir ao restaurante beber guaraná gelado...naquele tempo isso era um programa muito chic e diferente...chegávamos atrasados para o almoço e mamãe dava uma bronca..mas uma bronca com ternura...ainda sinto o cheiro do trem... o apito diferente...

Hoje ...nossos jovens não sabem o que é viajar dentreo de um trem...a paisagem correndo solta nas janelas...parecendo cenas de novela de hoje...eu e minhas irmãs brigávamos para ficar na janelinha, papai tirava a sorte...e quando era minha vez..eu me sentia uma verdadeira princesa...

Nas férias..as três irmâs iam sozinhas para Jaú, na casa dos avós queridos..o velho Nicola ficava na estação, ansioso a nos esperar..e eram tantos abraços apertados e beijos e colos...que alegria!! Com meu avô também aprendi a saborear os alimentos, a gostar de festas...de comemorações...Vovó Rosa...com um ar tão meigo e bondoso, colo e terço...beleza de uma madona antiga!!Com a minha idade de hoje..já parecia tão mais velha..naquele tempo..era diferente...eram diferentes as avós...

Vejam só, minha gente, como ser sexágenaria é bom..permite esta viagem gostosa, gratuita, ao passado...sem mágoas, sem ansiedades, uma viagem possível porque já foi vivida..e portanto hoje revivida com paz e sabedoria...os vagões de nosso tempo podem sacolejar à vontade...eles estão firmes ainda...até que o último apito nos avise que estamos chegando à última estação...e tomara que nossos entes queridos estejam ali de novo...para nos dar as boas vindas!!!

Românticas janelas...amor solto no ar...


Escancarando as janelas...



Pensando bem ...creio ser hora de escancararmos as janelas, deixem o vento invadir derrubando tudo mesmo..até aquele vasinho antigo ganho de uma amiga oculta ha muitos e muitos anos...lufadas e mais lufadas vão armando rodamoinhos de poeira que vão se agigantando e se amontoam por fim...coloquem seus rostos lindos pra fora..cotovelos no parapeito e aspirem ares novos de esperança que estão batendo à sua porta..sorva-os, deguste-os...e abra as portas também...fadas querem entrar..anjos tocam a campainha...não fique aí parada....Mulher!!! a hora é agora..é nossa...Março vai chegando...mês que comemora o dia da Mulher..dia 8...por isso, vamos nos preparar como verdadeiras deusas que somos..às vezes nos esquecemos disso e nos sentimos umas bruxas muito reles ....abafa o caso...

Está na hora, então, de abrir as janelinhas de sua alminha...e dar oportunidade desses olhos tão belos se encherem de luz!!! Não tenham medo...escancarem portas também...porque a felicidade está insistindo em penetrar em sua casa, em sua alma...chega de lamúrias..sinta-se linda, linda...nada de regimes sufocantes..basta ter saúde!!! chega de mania de trabalho...a hora é essa, a hora da Estrela...lembrando nossa querida Clarice Lispector...ela sim soube bem retratar a alma feminina como ninguém... ela invadiu cada janelinha nossa com maestria , desnudando o que estava enclausurado em verdadeiras armaduras....

Portanto...companheiras!!! à luta...mas sem armaduras...vamos nuas, desnudas, lindas e sorridentes ao encontro de....nós mesmas!!!!

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Agora são cinzas...



Após as folias do Carnaval, quer a tradição que se busque nas cinzas a reflexão da efemeridade da vida...a finitude de nosso corpo físico ...um dia. Isso nos dá uma dimensão maior de eternidade...não é triste receber as cinzas na quarta-feira...é uma simbologia que remete-nos ao sublime, ao perdão, ao acolhimento...

Não pensem que estou fazendo uma pregação "piegas"...não...apenas uso as ferramentas que me são oferecidas para aprimorar mais o espírito...pois ele é infinito..e me move, me agasalha desde o dia em que eu nasci...sei que dele necessitarei no dia em que minha estada neste Planeta se exaurir...

Também não penso que a alegria momesca bem empregada seja pecado, seja ruim, pois amo dançar, cantar( ainda que a voz nao ajude kkkkk) e brincar...só que muitas vezes precisamos ficar sós conosco mesmos e acariciar uma fímbria de tristeza que costuma nos visitar quando em vez...Tristeza não é pecado, nem dor...ela acompanha a Beleza da vida e do Amor....por isso...após a euforia de tantas festas....a urgência de um certo recolhimento..mesmo que doa..mesmo que incomode...nesse vai e vem da existência , é preciso essa alternância...caso contrário, poderemos nos tornar os bobos da corte de nossa própria vida....muito patético!!!!

Busco, então, o retiro... o esconderijo de minha alma só para espiar quem eu sou realmente, pois no riso e na alegria é muito fácil ser bonita e boa....quero ver é na caverna de meus sonhos e desejos mais recônditos!!!

Tão simbólico o ato de ser tocada com as cinzas...mas muito íntimo e sagrado também...a sabedoria consiste em enxergamos nas coisas simples ...projetos de coisas grandes e duradouras...agora são cinzas...mas uma brisa suave e perfumada já as esparramou no Cosmos e agora já se vislumbram lanternas e luzes mil...coloridas..brilhantes a nos alegrar, pois no devaneio das cinzas..conseguimos crescer e perdoar nossas insignificâncias...

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Chuva à vista...Londrina!!

Linda..simplesmente linda esta foto de Londrina, Lago Igapó, quem a tirou foi a amiga Marilia..assim que eu bati a vista...meus olhos se fixaram nas nuvens escuras e carregadas...os prédios tão juntinhos,abraçadinhos..esperando o temporal.... o verde da vegetação contrastando com a selva de pedra..e as aguas tranquilas do lago...esperando a chuva com uma calma e dignidade...também em nossas vidas quantas vezes deparamos com verdadeiras borrascas que ameaçam destruir tudo
que nos acerca..nossos sonhos construidos..alguns sem sólida base que se desfazem ao primeiro vento que sopra...outros tão concretos que já se fixaram em nosso dia a dia...
Ah...uma foto de paisagem de Londrina..mas que pode evocar tantas coisas , tantas goteiras vindas da alma..gotejam de tristeza, de saudade, de nostalgia...de ...sentimentos mil que se esbarram em nós formando nuvens assustadoras e escuras...porém...eis que apos o vendaval..uma nesga de azul se insinua...um raio de sol se intromente ai...e então secam-se as goteiras ...e sentimos uma paz gostosa que nos indica que novos tempos sempre nascem, renascem, curam-se as feridas, enxugam-se as lágrimas...e longos abraços saem por ai a amar...após a chuva, após o vento frio...

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

São vinte e sete rosas...

São vinte e sete rosas que se espalham lindas e cheirosas sobre minha vida de mãe e mulher...um verdadeiro buquet chamado Marcella..nossa caçulinha, tão linda, tão doce e carinhosa que nasceu em nosso lar para dar um colorido maior...para completar nossa familia tão bela...Ileizi, Oswaldo Jr., Isabelle...todos nós estamos felizes, hoje, por abraçar a Marcella por mais uma etapa vencida, sim...pois a cada ano..somos vencedores nesta grande escalada da vida...somos almas em perene aperfeiçoamento...que devemos agradecer a Deus mais uma oportunidade de cumprirmos nossa missão com dignidade!
Marcella menina...Marcella mulher...ontem era nosso bebezinho, gorduchinho.. e assustado com tudo..kkkk, medo de automóvel...hoje aprendendo a dirigir..., medo de fotos...hoje ama fotos ,tanto ser modelo como tirar de todos nós....ontem tão tímida e indefesa..hoje uma mulher casada , corajosa, lutadora..e com um espaço lindo ainda para o sonho e para a fé...
Marcella dos cabelos encacheados..olhinhos puxadinhos..sempre atrás da mamãe , como uma sombra...menina vaidosa e querida..sempre rodeada de amiguinhos..Presipe..escola amada...antes tão dificil conseguir uma escola..Marcella...indo à escola...depois à Universidade..sempre portando seu sorriso lindo e cativante...
Marcella noiva..deslumbrante..aguardando no altar o noivo amado..o lindo Caê..que tanto combina como a entende tão bem..Menina virando Mulher sem perder a aura da meninice...que encanta e seduz...Marcella é também Luz....
Há 27 anos...eu recebia em meus braços este pacotinho gostoso, cheio de amor pra dar, me lembro que no momento em que o médico a colocou em meu colo, ela passou suas mãozinhas ainda sujinhas do nascimento em meu rosto, num ensaio de carinho...esta é a Marcella..minha filha, minha filhinha...que hoje comemora sua estréia neste Planeta...ela..que veio mesmo é pra brilhar!!!!

Mais uma flor em um jardim tão lindo....


sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Menina no portão...

Parada naquele portão...a bela menina sorri...sorri para a vida que é bela? ou sorri para seus próprios sonhos internos?
Menina..morena menina...15 anos em seu lindo colo...que fazes aí parada...nesta pose no portão? Decerto esperavas o namorado..aquele com feitio de príncipe encantado..mas que depois se desencantou, ao cair de seu guapo cavalo...
Mas..antes disso ele chegava..e o seu coração disparava..arroubos da primeira paixão.. o corpo já ardia em tesão?
Talvez...mas a menina bonita, parada em seu portão...tinha medo e se fechava..como uma ostra medrosa...guardava sua pérola para quê..para quem...ah!!! menina, menina...este seu sorriso faceiro era mesmo feiticeiro...
A menina aguardava seu príncipe como uma donzela..bela e tão zelosa..de seu maior tesouro...ela mesma!!!!

Descansar a alma...

Alma...gosto desta palavra...pequena , mas que penetra fundo em nosso íntimo, numa busca inesgotável de si própria...quando pequena eu pensava que a sombra era a alma, e muitas vezes punha-me a conversar com ela...coisas de criança que não deixam de ter sua filosofia...
Lendo uma reportagem com o autor do livro O mundo de Sofia, gravei uma frase que ele afirmava que toda a criança é um filósofo em potencial...dada a curiosidade..as inúmeras perguntas..o mal é que os adultos vão tolhendo com evasivas ou palavras ásperas..
Gostava de dialogar com ela...mamãe pensava que era uma amiga invisível...e era...só que hoje a considero uma amiga visível...de tão abstrata ...ela se torna palpável...
minha alma...sopro divino, alento...vida, energia que move meu corpo, orienta meus pensamentos, fortalece meu coração...Alma minha...gentil...como declamou Camões..nosso poeta lusitano imortal..
Alma...imortal..esta dualidade me intriga, mas me convence sim....deixe que a sua alma converse com você...no recanto de seu quarto, na cozionha...e melhor dos lugares ....numa praia, ou diante de outro pedaço de natureza que mais lhe aprouver....
É provável que neste silêncio das coisas humanas você escute os sons etéreos que tocam a música que a alma gosta...o trinado dos pássaros, o uivo do vento...o barulho da água...o pulsar de seu coração cansado ..cansado das lidas cotidianas...do concreto do asfalto, do concreto da vida...então...magia divina...adentre no abstrato visivel de sua alma que deita a seu lado e descansa...ah!!!!muitos chamam isso de meditação, outros de reflexão...outros de oração...não importa....o que realmente importa é a sua fusão consigo mesmo....porque o corpo se deixa embalar por este descanso e permite que uma paz imensa invada todo o seu ser....


quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Velha Infância...


Para onde olhavas , Margaret? e o teu pensamento...onde, em que esferas perambulava?
Grossas tranças..cuidadosamente trançadas pela amorosa dona Maria, mineira...uma mamãe zelosa...hoje saudosa, muito saudosa...
Com seu vestidinho xadrez, com detalhes em branco ..Margaret esbanjava elegância no centro de sua infância....e aliás...isso tem alguma importância?
O que vale é o que transcende, e o que transcende é o Amor que reluz nesta foto já velhinha...os cuidados de seu Luiz e o carinho da dona Maria pincelados nesta foto que estampam uma garota formosa, olhando de lado...quem sabe já farejando um futuro que está a galope...e que hoje virou passado...
A garotinha da foto se transformou em mulher...sorriu, amou..sofreu..chorou, mas o seu mundo não caiu...como cantava a Maysa..dos escombros ela reconstruiu sua história...dos ferimentos ficaram doces cicatrizes...das lágrimas ela desenhou um rio tão bonito e límpido..que hoje velejam ali caravelas de saudade...de lembranças tristes e alegres que quando chegam ao porto viram festas e orações, porque navegar assim, confiante e feliz necessita de uma bússola...e esta bússola é Jesus!!!