domingo, 30 de maio de 2010

Versos esparsos...pedacinhos d'alma!




Meu amor...


É um amor tão antigo,


e ao mesmo tempo tão amigo...




Seu olhar me desnuda a alma..


Prepara o corpo para as carícias..


Portal luminoso das delícias...




Sua voz evoca o timbre de um tenor


Que somente conhece a ária do amor...


Envolve-me os sentidos...desperta ...alerta...




Suas mãos...vestem luvas de magia...


deslizam em minha face macia...


secam duas lágrimas de dor...




Mas... o seu coração...ah! este é especial...


Porque eu escuto seus acordes fortes...


Mesmo quando tu estás longe ...tão longe de mim!

Um comentário:

MarceLLa FioreLLi disse...

Nossa mãe precisa publicar um livro...olhaaa cada poesiaaaaaaaaaaa!!!