terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Saindo da concha ...


Faz alguns dias que eu estou repousando placidamente numa concha , meio ociosa, sei lá...viajava pelo meu blog, tentava escrever e nada...não que me faltasse a inspiração ou palavras, só sei que não conseguia me abrir e abrir a porta da concha...eu ouvia o marulhar das ondas, o cantar dos pássaros, a melodia da chuva mansa na janela, e me deleitava muito com este "dolce far niente"!
Creio que isso acontecia por eu estar sorvendo dias de agenda vazia...eu mesma organizando meus minutos, minhas horas, sem me importar com o calendário ,ou o relógio mesmo...o tempo ia se escorrendo molemente por entre as frestas do espaço...
Afinal...já havia adentrado em 2011 e me sentia muito agradecida a Deus! Creio que este é o meu ano...pensem bem: 2011, meu niver é 20/11 kkkk, então neste dia...20/11/2011, achei isso muito chic e revelador, eu tenho mania de ficar adivinhando coincidências nas entrelinhas do tempo e de tudo! Por isso também eu fiquei dentro da concha refletindo sobre as voltas que a vida dá, sobre as surpresas que a vida nos prepara a cada instante.Mas...ficar assim encarcerada, mesmo que por vontade própria não é saudável, ainda mais para mim, uma libertária de carteirinha!
Sai da concha renovada e com algumas pérolas em mãos...sempre aparecem algumas quando mergulhamos no fundo de nossa alma, só que é preciso saber respirar..pois senão nos afogamos em nossos próprios sentimentos, mágoas, etc. Pérolas são os presentes que Jesus nos reserva a cada ano que passa...são formadas através de nossos sofrimentos...muito mais do que das alegrias...pensem bem! Porém, quando saimos da concha com as mãos contendo as pérolas, percebemos o quanto é importante a fé e o amor em Deus!
Depositarei então meu colar de pérolas ante o altar do Senhor em agradecimentos a tantas benesses , como pelo lenço que Ele enviou nos dias em que chorei...

2 comentários:

MarceLLa FioreLLi disse...

Mamadi, aproveite mesmo não se preocupar com a horas, é mais que merecido descansar e usar o tempo como queira!
Como sempre suas palavras nos inspiram...
amo-te demaisssssssssssssss

fLUXOS ** Gyselle Fonseca ::: disse...

Olá Margaret, que belo texto me vi tanto nele, alegrou minha alma. belas falas!!

grande abraço!!