segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Há 41 anos...

Visualizo cenas com exatidão, vasculhando o porão de minhas memórias...e agora estou sorrindo sozinha, com ar meio bobinho de quem consegue reter com cores e aromas momentos tão lindos e gratificantes em minha vida...há 41 anos, e parece que foi ontem...ele chegou...tão pequenino, frágil...mas sua beleza já se expressava nos olhinhos verdes que se abriam para o mundo!
Veio ele na esteira de sua irmã, nascida 11 meses antes...me abraçou como mãe , numa lufada de vento e tempo...oportunizou-me ser mãe de dois bebês ao mesmo tempo, sem serem gêmeos...sua vida aconteceu tão rápido, quando me dei conta...Oswaldo entra em minha vida, nas nossas vidas, de seu pai, de toda sua familia, e...desde então somos brindados por um carisma especial, um talento para amar de verdade, uma generosidade sem limites....esse é o Oswaldinho, arteiro, dinâmico, brincalhão, esperto, inteligente e sempre muito sensível e criativo...
Na escola, enquanto se multiplicavam notas vermelhas...sua estrela brilhava no campo artistico...sua aura se expandia, tinha muitos amigos, e era senhor de muitas e muitas brincadeiras em nossa querida Primeiro de Maio...Daí sua vocação para a música, para a composição..
Oswaldo cresceu...cresceu e como todos os filhos quis seguir seu caminho, saiu do ninho...e foi á busca de seus sonhos!! Lógico que chorei muito de saudades e de preocupação...mas não poderia podar suas asas ávidas de descobrir o mundo, de se descobrir , de encontrar o seu próprio espaço...
E agora, meu menino grande está num lugar tão lindo...Rio de Janeiro, músico talentoso, esforçado e sensível...tenho certeza de que sua estrela está alcançando brilhos antes nunca notados...seu caminho está , cada vez mais, sendo preparado por Anjos de Deus para que ele vença seus obstáculos, consiga atingir o patamar digno daqueles que sabem sofrer, esperar, lutar , sempre agradecendo as benesses que Deus nos dá desde o dia em que damos nosso primeiro chorinho...
Parabéns, meu filho, muitas felicidades....

Um comentário:

Oswaldo Coyote disse...

Minha mãe ...escritora professora e grande mulher.
te amo muito
oz