domingo, 30 de março de 2008

Companheira de viagem...

Ah! meus queridos leitores...hoje, tarde dominical ,calma, ensolarada...estou de novo prestes a embarcar no trem veloz de meus sonhos, deixem-me abrir a janelinha desse trem para que a brisa cheirosa penetre em minhas narinas...quero desfrutar da paisagem de bosques floridos, coloridos, arvores frutíferas, cheiro de infancia...passarinhos cantando e...um beija-flor curioso beijando uma rosa incauta!
Ao meu lado, senta-se delicadamente uma senhora idosa, mas com poucas rugas, sorriso largo, e voz aconchegante...pergunta meu nome...respondo..coincidência...o seu era o memso... pega em minhas mãos e as aperta numa ansia de agarrar minha juventude...e me olha com uma luz tão intensa que eu mal posso sustentar esse olhar..tão castanho como o meu...
O apito do trem me desperta e...eu lhe pergunto em qual estação ela irá descer...e ela responde que não sabe...impossível de saber! Diz que já desceu em tantas estações, em tantas paradas, mas que agora está mais calma e mais cansada, mas que nem por isso a viagem é enfadonha...
Captando a sabedoria que exalava de suas palavras...falo de minhas alegrias, de minhas angústias, de meus sucessos, de meus erros ou decepções, de meus amores idos e vindos...ela a tudo ouve e analisa com doçura...eu até me engasgo nas palavras...e ela...só ouvidos....em suas respostas, muito tempo depois... surpreendo-me com mais coincidencias fantásticas...seu primeiro amor..igual ao meu, seus pais...mesmos nomes, irmãs, etc. ate onde nasceu...tudo identico...pasmem!
De repente, num átimo de segundo, enxerguei-me naquela figura já encurvada, olhando-me e me dizendo que nessa viagem da vida ganha mais quem melhor ama...que as lágrimas podem sempre ser enxutas e que o perdão é a ponte que nos permite sempre alcançar outra estação...

2 comentários:

Orquídea disse...

Belo texto, Margaret!!!!
Ah, esses momentos em que nos olhamos nos olhos... pensamos a vida... adoráveis momentos de nostalgias, sorrisos soltos, lágrimas sem explicação... como é estranho sentir saudade de si mesma!!! Deve ser isso que a "senhora" (companheira de viagem) deve ter sentido...
Um ótimo restinho de semana!!!
E um maravilhoso Abril!!!!!
Beijos

Anônimo disse...

que lindo mamuska...lindooooo
te amo....
marcellinha