domingo, 3 de agosto de 2008

Professora em construção....

A rua vazia e escura me carregava solitária e taciturna...meus pés trôpegos tentavam se equilibrar no chão molhado pela neblina fininha...único barulho, meus passos vagorosos que tentava acompanhar meu pensamento...meu Deus!! o que fazer para continuar o trajeto..o trajeto da vida, digo...por que ..logo eu, professora, arrimo de família, fora despedida assim sem mais, nem menos...autoritarismo de politicagem de cidade pequena, com mentalidade tacanha...
Tudo começara por conta do movimento que dei inicio para regulamentar o modo como uma empresa local fazia poluindo o rio Cascudo que cortava nossa cidade...isso estava trazendo inumeros prejuizos à população local ...a contaminação da água, o mau cheiro, a mortandade dos peixes..tudo tudo colaborava para uma injusta situação que machucava nosso povo...os alunos chegavam cada vez mais magrinhos, pálidos, com tosse...quedas de cabelos e outras mazelas que decididamente provinham desta afronta à natureza...
Como ensinar valores, ética e justiça a essas crianças que estavam sendo violadas em seus direitos básicos? Muitas noites eu me revirava doidamente em meu leito... e não conseguia atinar com respostas... o medo tambem me tolhia, como um polvo enorme a enlaçar a minha sede de protestar contra os desmandos...
Numa manhã, em que o vento de agosto trazia até a sala de aula um odor terrível de putrefação...uma luz saiu dos olhinhos de um aluno...o Gabriel, menino esperto que em seu despertar me toca ao dizer:
_Professora, isso não pode mais continuar...nossa cidade está morrendo por causa de uns poucos que pensam em ser nossos donos...só porque são ricos!! em casa, meu irmãozinho está com os pulmões doentes...e nem dinheiro para remedio temos!!!! o que fazer, professora? nos ajude...
Voces podem imaginar a minha estupefação diante a sinceridade e transparência daquela alma pura de olhos azuis tão limpidos...todos os olhinhos dos colegas pregaram em mim num pedido mudo de socorro em unissono ao porta-voz Gabriel....foi assim então, que decidi liderar uma campanha educativa para salvar o nosso rio e a nossa cidade, devolvendo a dignidade dos cidadãos...
No dia seguinte, na sala dos professores, todos os meus colegas aderiram, mesmo contra a vontade do diretor, colocado que fora pelo prefeito de Paraíso, este o nome de nossa cidade...e ele servia aos interesses mercantilistas da empresa poluidora, sem nenhum compromisso com o meio ambiente...fizemos faixas junto com os alunos e pais, cartazes, painéis, passeatas e o tema gerador de nossas aulas passou a ser relativo à ecologia...engajamento total!!! tanto que meses depois veio uma ordem do Governo para que se cumprisse as leis do meio ambiente, devolvento um lugar saudável para todos...
Assim, mesmo a contra gosto, foram tomadas medidas para minimizar os problemas , despoluindo o rio, reciclando o lixo, cobrando multas de quem não quisesse obedecer a tais ordens...só que dentro deste pacote...veio a minha demissão...crua..fria , sem quaisquer explicações...doeu e doi muito...tenho 4 filhos para sustentar...só que isso me deixou mais forte ainda para continuar a minha luta de educadora consciente e compromissada com a verdade...saí de cabeça erguida...e se estou caminhando solitária nesta rua vazia e escura, com passos titubeantes é porque estou me despedindo da inércia e do medo que nos impedem sermos gente de verdade...estou me despojando do egoísmo, da falsidade das elites...sou vitoriosa...e sei que através da guerrilha pacifica das palavras e da conscientização eu ensinarei aos meus alunos e aos meus filhos que viver só vale a pena quando o mundo se tornar mais humano, mais justo, mais irmão...

2 comentários:

Aninha disse...

Querida amiga!!! Como é bom ter pessoas assim conscientes da vida. Vc faz diferença nesse Universo ,pois tem etica, respeito e principalmente uma Alma Grande de Amor .
Que Deus ilumine sempre os seus passos rumo a um mundo melhor . Adorei a sua coragem e determinação. bjs Aninha

Anônimo disse...

Mama, linda essa cronica ou seria conto? Bjos
Zi